Skip to content

Pink Floyd Singles – Final

12/06/2011

1968, Abril. It Would Be So Nice & Julia Dream

Este é o último single antes do lançamento do LP A Saucerful Of Secrets.

Pink Floyd - It Would Be So Nice Julia Dream

No Lado A a faixa ” It Would Be So Nice ” traz a nítida influência de ” When I’m Sixty Four ”  do LP Sgt Pepper’s Lonely Hearts Club Band dos Beatles, de Junho de 1967. Em It Would Be So ice também é possível vislumbrar o formato que o Rock Prog brasileiro da década de 70 viria a assumir. O arranjo é homogêneo, o refrão é ótimo e todos os espaços estão bem preenchidos. A letra é sobre como seria bom se as pessoas ao acordarem bebessem seu chá quente com torrada e manteiga lendo no jornal que inventaram um avião que voa de cabeça para baixo. Vem o refrão e a música vai para a segunda parte na qual ouvimos que é besteira nos preocuparmos com clima e um apelo para que as pessoas não fiquem muito tempo em casa ouvindo rádio mas saiam para a realidade. Muito bom.

Seria tão agradável

Seria tão agradável/ Um encontro, algum dia/

Todo mundo desperta, e pela manhã/ Chá quente não pára os bocejos/ Por favor passe a manteiga/ Você alguma vez leu o Jornal Diário?/ Lendo tudo sobre o avião que pousou De cabeça para baixo?/

E ninguém sabe o que eu fiz hoje/ Não pode haver nenhum outro modo/ Mas eu apenas gostaria de dizer/

Seria tão agradável/ Um encontro algum dia/ Seria tão agradável/ Um encontro algum dia/

Todo o mundo se preocupa com o tempo/ E todo o mundo deveria saber melhor/ Que desperdício de tempo/ Todo o mundo vive sob um teto/ Vivendo um sonho vertiginoso/ Em um lugar distante/

Mas ninguém sabe o que eu fiz hoje Não pode haver nenhum outro modo Mas eu apenas gostaria de dizer

Seria tão agradável Um encontro algum dia Seria tão agradável Um encontro algum dia

No Lado B ” Julia Dream ” é a rainha dos sonhos esperando alguém escondido em um buraco na terra. Tudo começa com a luz do Sol entrando pela janela e iluminando a cama do sonhador. Todas as noites ele apaga a luz e aguarda a chegada da noiva de veludo, mas ela não vem pois também está sonhando e aguardando em algum lugar. O sonhador pensa estar sendo perseguido e acha que está morrendo enquanto Julia, a Rainha, permanece mergulhada em sonhos. O arranjo de Julia Dream  parece o esqueleto de Sacarecrow com a pele de It Would Be So Nice e dá um belo Lado B.

Júlia Sonha

A luz do Sol brilha sobre meu travesseiro/ Mais leve do que um edredom/ Deixará ela que o salgueiro-chorão/ Sopre seus ramos ao redor/

Julia sonha/ Sonha a rainha/ Rainha de todos os meus sonhos/

Todas as noites apago a luz/ Esperando pela noiva de veludo/ Irá o incrustrado tatu/ Encontrar meu esconderijo?/

Julia sonha/ Sonha a rainha/ Rainha de todos os meus sonhos/

Irá o Mestre do Mistério me destruir?/ Irá a chave destrancar a minha mente?/ As pegadas que me seguem me alcançarão?/ Estou mesmo morrendo?/

Julia sonha/ Sonha a rainha/ Rainha de todos os meus sonhos/

Pink Floyd - It Would Be So Nice Julia Dream 1

1968, Dezembro. Point Me At The Sky & Carefull With That Axe Eugene.

Este Single precedeu o LP ” Music From The Film More “, uma trilha sonora para cinema e sua faixa Lado B ” Take Care…Eugene ” foi lançada no duplo Ummagumma de novembro,1969.   ” Point Me At The Sky ” é uma It Would Be So Nice melhor produzida. Os efeitos eletrônicos ganharam uma aplicação mais adequada.

Pink Floyd- Point Me at the Sky 2

O primeiro refrão é parecido com Let There Be More Light do segundo LP. O refrão é precedido de uma narração e acontece uma parte C da canção em que a banda canta ” Aponte para mim no céu, estou voando! “, como se estivessem mandando um recado para Syd, que já havia saído da banda; a letra ainda diz em versos separados: ” E se você sobreviver até 2005 espero que esteja bem magro…” e ainda ” E tudo o que temos para dizer para você é ‘ Adeus ‘…Ninguém chora, acidente, acidente, acidente, crash, Adeus “. No clip Gilmour e Mason sobrevoam a cidade em um biplano.

Pink Floyd- Point Me at the Sky

Aponte Para Mim No Céu

Hey Jean Henry sente falta de McLean e eu terminei minha bela máquina voadora/ E estou lugando para dizer que estou indo embora/ E talvez você queira comigo e se esconder comigo/

Não é estranho o pouco que mudamos, não é triste sermos loucos?/

Jogando o jogo que sabemos terminar em lágrimas/ O jogo que temos jogado por milhares e milhares e milhares/ Pula em seu folheto cósmico, puxa seu colar de plástico para cima/

Acenda o pavio e fique para trás, ele chorou, este é o meu último adeus/ Aponte para mim no céu e deixe voar/

E se você sobreviver até 2005 eu espero que você esteja extremamente magra/ Pois se você é forte, você terá de expirar/ Enquanto as pessoas em torno de você inspiram, inspiram, inspiram/ Pessoas esbarrando em mim, odeio isso/ E assim é sentar-se para comer com apenas pequenas cápsulas no meu prato/

Aponte-me no céu e deixe voar/ tudo o que temos a dizer-lhe é adeus.

No Lado B é que encontramos música de verdade: ” Carefull With That Axe Eugene ” que viria a ser a faixa mais importante do duplo Ummagumma. Goodbye Cruel World do LP duplo The Wall ainda utiliza a mesma sonoridade de notas oitavadas de Carefull With…Eugene, que tem sua semente lançada no The Piper na faixa Pow R Toc H. O grito de agonia de Waters após a longa e tenebrosa introdução de Take Care With Taht Axe Eugene é o grito mais famoso da história do rock; uma lenda urbana dizia que o grito era de Barrett durante uma crise de abstinência. O arranjo é um retorno às viagens espaciais da banda com um longo improviso. Não encontrei ainda comentários da época sobre essa música, mas não acredito que tenham sido muito positivos.

Pink Floyd - Careful With That Axe Eugene

Cuidado Com Aquele Machado, Eugene

Para baixo, baixo, baixo./ A estrela grita./ Debaixo das mentiras, mentiras, mentiras./ Cuidado, cuidado, cuidado com aquele machado, Eugene./ As estrelas gritam alto.

Com esse post terminamos uma  breve análise de todos os Singles do Pink Floyd e podemos prosseguir para nossa próxima parada: Music From The Film More;

https://paintboxtalks.wordpress.com/2011/06/22/music-from-the-film-more-part-1/

                              Progressive Holds!

                                         Tupi  

Este post é continuação de: https://paintboxtalks.wordpress.com/2011/06/07/pink-floyd-singles-primeira-parte/

e de: https://paintboxtalks.wordpress.com/2011/06/08/pink-floyd-singles-parte-2/

e de: https://paintboxtalks.wordpress.com/2011/06/09/pink-floyd-singles-3/

Anúncios

From → Pink Floyd

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: