Skip to content

Pink Floyd – Wish You Were Here – 1975 – Parte I

06/02/2012

Wish You Were Here estreou ao vivo em julho de 1975, em Knebworth, e foi lançado em setembro do mesmo ano, após as respectivas sessões de gravação em Abbey Road. O álbum seguiu a linha de The Dark Side Of The Moon e tornou-se o segundo LP conceitual da banda. Ficou em primeiro lugar na Billboard e está entre os 500 Melhores Álbuns de Sempre, da Rolling Stone. O álbum é instrumentalmente mais sofisticado que seu precursor, mas não dispensa o uso de sintetizadores e efeitos especiais que vão de conversas e rádios trocando de estação até uma festa e o embarque no trem so sucesso de Have a Cigar. A memória de Syd Barrett como líder e compositor do Pink Floyd surge como um diamante que deve tornar a brilhar e também como um amigo e músico que a banda desejaria que lá estivesse. Isso foi estampado em Brain Damage, e continuou em pelo menos duas faixas de Wish You Were Here: a que dá nome ao álbum e Shine On You Crazy Diamond. É daqui que surge a lenda do Syd Barrett assustador nos estúdios durante a gravação do álbum. Syd teria estado presente como espectador durante a gravação da faixa Shine On e estava gordo, como olheiras, calvo e confuso. Não foi reconhecido a não ser quando alguém do estúdio informou que tratava-se de Syd Barrett. A comoção foi tamanha por seu estado, que algumas pessoas chegaram a chorar. Outra falácia envolvendo Syd – sempre é bom lembrar – é a de que os berros em Careful With That Axe Eugene, seriam dele durante uma crise nada a ver. A crítica informa que os trajes vazios da capa de Whish You Were Here significavam a ausência de Syd e o saudosismo da banda quanto ao ex-líder. Mas o fato de aparecer um personagem sorrindo enquanto pega fogo quer dizer outra coisa: “Esse não sou eu.  Mas eu sou o verdadeiro espírito da banda. Vocês substituíram a sagacidade pela melancolia, trocaram a diversão pelo trabalho e agora não sabem para onde ir.” Syd pode ter estado nos estúdios durante a gravação do álbum, mas não acredito que fosse a figura fantasmagórica que dizem ter sido: ELE ERA APENAS O VELHO SYD DE SEMPRE. O PINK FLOYD TRANFORMOU SYD EM UMA LENDA URBANA. E SYD TRANSFORMOU O PINK FLOYD NA MELHOR BANDA DE ROCK PROGRESSIVO DO MUNDO.

Abraços Progresssivos!!!

Paintboxtalks

Veja mais em: https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/02/07/pink-floyd-wish-you-were-here-1975-parte-2/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/02/08/pink-floyd-wish-you-were-here-1975-parte-3/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/02/21/wish-you-were-here-final-a-pena-e-sera-exposto-a-luz/

Anúncios

From → Pink Floyd

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: