Skip to content

Pink Floyd – The Wall 1979 – Mother e Empty Spaces

03/06/2012

Pink, nosso protagonista, ou talvez, nosso anti-herói, está cada vez mais distante enquanto prepara as composições para seu novo show. Constantemente drogado, não percebe a presença de sua esposa e não tem contato com ninguém além de seu empresário. O mundo de Pink está desabando, família, amigos, carreira… tudo está se desfazendo. Ele se isola da realidade e encontra proteção atrás do muro. Mother é um diálogo entre mãe e filho sobre a vida e seus problemas cotidianos, seus altos e baixos; existe, no entanto, a questão que permeia a canção: se a proteção materna é boa ou má? Se liberta ou aprisiona? Sem respostas, Pink corta-se novamente e seu sangue faz com que volte à realidade.

Mãe

Mãe, você acha que eles vão jogar a bomba?
Mãe, você acha que eles vão gostar dessa música?
Mãe, você acha que eles vão querer me castrar?
Mãe, devo construir um muro?
Mãe, devo concorrer para presidente?
Mãe, devo confiar no governo?
Mãe, eles vão me por na linha de fogo?
Ou isso é só uma perda de tempo?
“Calma bebê, não chore.
Mamãe fará todos os seus pesadelos se realizarem.
Mamãe porá todos os medos dela em você.
Mamãe vai manter você aqui, debaixo da asa dela,
não deixará você voar, mas talvez deixe você cantar
Mamãe vai manter o bebê aconchegado e quentinho
Oh, bebê, é claro que a mamãe irá ajudar a construir o muro.”

Mãe, você acha que ela é boa o suficiente pra mim?
Mãe, você acha que ela é perigosa para mim?
Mãe ela vai despedaçar o seu menininho e deixá-lo de lado?
Mãe, ela partirá meu coração?
“Calma agora bebê, bebê, não chore.
Mamãe vai checar todas as suas namoradas pra você.
Mamãe não irá deixar ninguém sujo se aproximar.
Mamãe vai esperar acordada até você voltar.
Mamãe vai sempre descobrir onde você esteve.
Mamãe vai sempre manter o bebê saudável e limpinho
Oh, bebê, você sempre será uma criança para mim.”

Mãe, o muro precisava ser tão alto?

Pink percebe que está sozinho: sua mãe morreu, seus amigos foram embora, o empresário só pensa em dinheiro, sua mulher o traiu. Para as fãs é um símbolo sexual, para os fãs um ícone pop. Pink ama o que vê no espelho mas não consegue adaptar-se ao mundo real. Totalmente inconformado com o que vivencia, Pink questiona os próprios valores em Empty Spaces.

Espaços Vazios

O que devemos
usar
para preencher
os espaços vazios?
Onde ondas de famintos rugem?
Devemos nos preparar
para cruzar esse mar de rostos
na busca de mais, e mais aplausos?
Devemos comprar uma nova guitarra?
Pilotar o carro mais poderoso?
Devemos trabalhar durante a noite toda?
Devemos fugir das brigas,
deixar as luzaes acesas, jogar bombas,
fazer uma tour pelo leste,
contrair doenças,
moer ossos, destruir lares,
mandar flores por telefone,
tomar um trago, ir às boates,
comer carne, dormir raramente,
manter as pessoas como bicinhos de estimação,
devemos treinar cães, criar ratos,
encher o sotão de dinheiro, enterrar tesouros,
entregar-se aos prazeres, mas nunca relaxar completamente
e recuarmos para o muro?

Abraços Progressivos!!!

Tupi

Mais em:

https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/04/03/pink-floyd-the-wall-1979-skrik/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/04/04/paintboxtalks-presents-the-wall-post-series/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/04/25/pink-floyd-the-wall/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/05/04/pink-floyd-the-wall-1979-in-the-flesh/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/05/15/pink-floyd-the-wall-the-thin-ice/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/05/16/pink-floyd-the-wall-when-the-tigers-broke-free/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/05/20/another-brick-in-the-wall-parte-1/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/05/20/pink-floyd-the-wall-1979-goodbye-blue-sky/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/05/20/pink-floyd-the-wall-1979-the-happiest-days-of-our-lives/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/05/22/another-brick-in-the-wall-part-two-pink-floyd-the-wall-1979/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/06/03/pink-floyd-the-wall-1979-mother-e-empty-spaces/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/06/03/pink-floyd-the-wall-1979-young-lust-e-one-of-my-turns/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/06/04/pink-floyd-the-wall-1979-dont-leave-me-now/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/06/09/pink-floyd-the-wall-1979-another-brick-in-the-wall-3-goodbye-cruel-world-is-there-anybody-out-there/
https://paintboxtalks.wordpress.com/2012/07/26/pink-floyd-the-wall-1979-final-de-nobody-home-a/

Anúncios

From → Movie, Pink Floyd

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: