Skip to content

A Polêmica e Misteriosa Letra de A Whiter Shade Of Pale – Procol Harum – 1967

23/02/2013

Procol Harum 1

Enquanto o mundo se deleitava com o álbum Sgt. Pepper’s, dos Beatles, a música que estava em primeiro lugar nas paradas britânicas era A Whiter Shade Of Pale, o primeiro single do Procol Harum. A canção, que mistura rock, classissismo e música barroca, tem mais de 900 versões de outros músicos e estabeleceu um conexão da banda com os Beatles e Jimi Hendrix. Sua importância é tal que abriu as comportas do rock para trabalhos como Bohemian Rhapsody, do Queen, e toda a obra de Rick Wakeman. Assim como Money For Nothing, do Dire Straits, nasceu de uma conversa ouvida casualmente, Keith Reid, tomando café, ouviu alguém dizendo para uma garota “You’ve gone a whiter shade of pale”, e BUMMM! aí estava o título da canção que começou exatamente assim: pelo título. A letra faz referência a Shakespeare, a Milton, e contém elementos sobrenaturais e mitológicos. Até hoje estudiosos tentam explicar o seu significado sem completo sucesso. A música é romântica, trágica e sombriamente mágica. De difícil tradução, A Whiter Shade Of Pale fala sobre muitas coisas e muitas outras ficam subentendidas. As traduções que encontrei na Internet, para o português, não me satisfizeram nem um pouco, nem puderam me servir de base, então eu mesmo fiz a tradução e adaptação da letra para o português. A métrica e a poesia ficaram, sim, prejudicadas, mas o conteúdo não. Fiz o possível para que a mensagem ficasse clara para vocês e o trabalho é revelador. Leiam e tirem suas conclusões. 🙂

“Translúcida E Pálida Como A Morte”

“Dançamos um alegre fandango, Deslizando em círculos pelo soalho / Eu estava me sentindo meio mareado,/ A multidão gritava pedindo mais. O lugar rangia duramente/ e o teto voou para longe,/ Quando pedimos um outro drink/ O garçom trouxe uma gamela.

Era uma hora tão tardia, Que quando a mariposa contou sua história,/ A face dela, antes apenas fantasmagórica,/ Tornou-se translúcida e pálida como a morte.

Disse ela, “Não há o que discutir,/ A verdade é evidente, pode-se ver”./ Mas eu estava perdido em meu baralho,/ e não permitiria que ela se tornasse uma das dezesseis virgens vestais/ que partiam para o litoral.

Embora meus olhos estivessem abertos, talvez tenham sido fechados. E era uma hora tão tardia,/ Que quando a mariposa contou sua história,/ A face dela, antes apenas fantasmagórica,/ Tornou-se translúcida e pálida como a morte.

Disse ela: “Estou em casa, na praia do adeus”/ embora na verdade, estivessemos no mar,/ Então levei-a pelo espelho e a forcei a concordar, dizendo: ‘Você deve ser a sereia que levou Netuno para para cavalgar.’/ Ela, porém, me sorriu com tamanha tristeza que minha ira dissipou-se imediatamente.

Sendo a musica o alimento do amor/ a risada, então, é sua rainha/ Igualmente se o que está oculto será revelado/ então o que é imundo será purificado pela verdade.

Minha boca, como uma cartolina, abriu-se de um lado a outro de minha cabeça

Afundamos rapidamente e nos despedaçamos no leito do oceano. “

Mais Procol Harum em: https://paintboxtalks.wordpress.com/2013/02/23/procol-harum-1-1967-um-dos-50-albuns-que-criaram-o-rock-progressivo/

Veja também: https://paintboxtalks.wordpress.com/2013/07/29/the-animals-house-of-the-rising-sun-uma-das-cancoes-mais-misteriosas-do-rock/

Outra música polêmica em https://paintboxtalks.wordpress.com/2013/10/04/hotel-california-traducao-do-lado-sombrio-do-sonho-americano/

Gostou? Tem mais em https://paintboxtalks.wordpress.com/2013/10/10/stairway-to-heaven-traducao-controversias-e-polemica-da-originalidade/

Abraços Progressivos!!!

Tupi

Anúncios
54 Comentários
  1. bene permalink

    o que eu entendi è que ele teve um breve romance com a morte, ou um talvez um fantasma em forma de mulher, es o motivo da palidez em seu rosto triste. a musica e letra são de uma genialidade extrema, arte pura. è daquelas cancões eternas que tem vida pròpria.

  2. iza permalink

    para mim é eterna…..

  3. Tulio permalink

    De fato, não tinha me atentado pelo “progessismo” dessa música, mas cabe o relato de Tony Banks (tecladista do Genesis), que diz ter Procol Harum como inspirador de seu estilo: erudito com pop. Quem compunha as letras do Genesis era o Peter Gabriel, algumas com temática bem parecidas.

  4. Raquel permalink

    Gente vocês SÃO fogo! Amo a intelectualidade vocês! eu, pobre mortal mesmo! Nessa época era uma criança que acabara de se “achar” no mundo. Que essa música tem muito para me dizer são coisas mesmo espirituais, pAra outros, psicodélicos. Os cheiros, as cores e a música tocando no sol quente do calor equatorial aqui de Manaus, nem precisaria dizer que a música “casava” com tudo isso. Hoje aos 52 anos, vejo a tradução e a “loucura” dos jovens daquela época, bem mais espitirutais, diga-se de passagem, que os jovens de hoje que não procuram espiritualidade alguma. Masa!

    • É isso aí Raquel!!! Vc descreveu com exatidão os sentimentos que essa maravilhosa música inspira. Abraços pra vc e pra galera de Manaus!!! Se possível, manda um pouco desse calor de Manaus pra nós aqui em Sampa 🙂 Brigadão!!!

  5. Renato permalink

    Gostaria de alguém que pudesse traduzir algumas canções que tbm tenho curiosidade em entender mas não consigo uma tradução fiel.

    • Olá Renato. Obrigado pelo comentário 🙂 . Pode mandar os nomes das músicas que eu publico a tradução aqui no blog. Vai ser uma experiência muito legal!!! Abç!!!

  6. Gerson permalink

    De fato é u a obra prima! Algo assim divino que nos leva a pensar em Deus. Como Ele pode habilitar uma pessoa a ter tal dom da composição. Tentar explicar tudo o que o autor quer dizer nela é difícil pois o poeta é inspirado e o amor é colocado em forma de música. Não precisa muita explicação pramim basta o que se sente ao ouvi-la.

    • Seu comentário também é muito inspirado, Gerson, parabéns pelas palavras muito bem colocadas e parabéns pela sensibilidade artística!!! Obrigado pelo comentário e um grande abraço!!! 🙂

  7. Eu acho que eles estavam se drogando e quando veio outra rodada “When we called out for another drink/ The waiter brought a tray” ela teve uma overdose e morreu.

  8. Cris Dias permalink

    Conheci essa música através do livro mais belo que já li: Chuva de Novembro.

  9. Daniel permalink

    Tem também aquela versão do Daniel – Ao meu lado outra vez.

  10. Apenas uma correção: “tray” no contexto da letra, é para ser traduzida por “bandeja”, significando que o autor pediu um drinque, mas o garçom ao invés trouxe uma bandeja.

  11. Decio permalink

    Eu entendi perfeitamente o recado da musica.

    O moleiro que trabalha no moinho (e assistiu tudo) contou a historia da primeira vez da garota virgem bebada com o parceiro super bebado tambem no meio das instalações do moinho e ja longe do publico.
    Ela ouvindo ficou branca de palidez após o relato (dele) a alguem. Antes de irem ao moinho beberam tanto que plantaram bananeira, viram o teto girar, quando o publico pedia mais palhaçadas e o ruido do salão aumentava. Ele jogava cartas quando a viu a primeira vez e decidiu não deixar a virgem escapar e (figuradamente) comparando como uma das virgens vestais indo para a praia como nas tradições da Roma antiga.

  12. Enilson permalink

    Cara… imagino o quanto você trabalhou nessa tradução. Parabéns.

  13. Laranjeira permalink

    A música é maravilhosa e está entre as 10 melhores já feitas em todos os tempos. E como há músicas maravilhosas feitas, entre a 1 e 2 melhores, cabem mais uma 100. Mas o fato é que já li várias versões indicando uma relação entre a letra e o Titanic. Alguns destrincham verso por verso e ligam aos momentos finais do Titanic. Para quem se interessa, conferir em sites ingleses principalmente. abs a tods.

  14. Valcir permalink

    Adoro esta música, sempre que ouço, fico ouvindo durante uma semana, como acontaceu depois de ver o filme Oblivion.
    E sua tradução ficou show! adoro mais ainda essa música depois dela.
    abrços..

  15. Denise permalink

    Toda interpretação que não seja do autor pode ser muito pessoal. Na minha visão da letra é nítido o fim de uma relação. Quando se termina ainda gostando de alguém e há um encontro franco com todos os tons de despedida é basicamente o que esta letra corresponde. Primeiro há uma dança de civilidade e tudo ao redor parece nem perceber o quanto há naquele instante até que se perca o “teto” (encobrimento). Dizer adeus nunca é fácil ainda mais quando não se quer. A palidez pode representar a morte daquela relação estampado no rosto da pessoa amada. Ele ainda se refere as vestais que partem elucidando bem a questão da ruptura. Pode ser ainda pior quando se pensa em uma perda de fato para a morte. Quando a mariposa contou sua história já era tarde quer dizer que foi ela quem colocou fim a relação pois a subjeção do término era translúcido e finalmente se tornou pálido como a morte.

  16. Douglas Teixeira Martins permalink

    Essa musica é foda mesmo.Em português tem essa musica do Agnaldo Timóteo também: https://www.youtube.com/watch?v=AZkeXNcPczA

  17. Tiburtino Lacerda permalink

    Para mim, é simplesmente a MELHOR música, jamais composta.Como Sou fã de músicas instrumentais, então a letra tem importância menor.Fiquei intrigado, ao saber que ATÉ a letra dessa música, é um enigma!NUNCA esquecerei o filme Oblivion, pois ao assistí-lo, ” pedi ” à mocinha, que manuseava capas de discos,no filme, que colocasse a MINHA preferida, A Wither Shade of Pale, naturalmente.Ao ouvir os primeiros acordes, fiquei estupefato, o diretor do filme, concorda comigo, trata-se de uma música EXTRAORDINÁRIA.

  18. Sandro B Monteiro permalink

    A letra é mesmo uma incógnita. Faz parte do filme Contos de Nova York (History of New York). Belíssimo filme. Recomendo assistir com aquela gostosinha do lado e um bom vinho… Vai dá jogo.

    • josy fonteles permalink

      Há 42 anos adoro esta música. Nunca havia procurado pela tradução. Mas, surpreendentemente, a melodia já me tinha dado todo o seu sentido mágico…

      • Valeu, Josi!!! Se houver alguma outra tradução que vc queira ver aqui no blog é só mandar o nome música 🙂 Abç!!!

  19. Sinceramente, lágrimas escorrem e meu coração aperta ao ouvir essa surrealidade musical… E a letra é como você disse… Todos os dias entendo um pouco mais, mas no fim nada entendo ‘-‘

  20. Dorgas mano!!!! 🙂

  21. Guilherme Varela permalink

    Olá. Me interessei em desvendar a letra depois que li sobre uma composição de Renato Barros polêmica, conhecida com Roberto Carlos, “O tempo vai apagar”, que o mesmo atribuiu ao irmão(Paulo Cesar Barros) e Getúlio Cortes. E segundo esse texto Renato teria se inspirado nessa música ,que, por acaso, estava tocando no som do carro, com defeito, só conseguia ouvir sem a voz. Se inspirou a fazer uma melodia por sobre essa base. Obrigado pela publicação dessa tradução!

    • Olá, Guilherme!!! Obrigado pelo comentário! Fiquei curioso e ouvi a música “O Tempo Vai Apagar”, e o arranjo bate mesmo com A Whiter Shade Of Pale. Acho que poucas pessoas sabem dessa informação, então vou deixar seu comentário aqui para a galera ouvir O Tempo Vai Apagar, que também é legal. Há vários CDs do Roberto Carlos com músicas de rock progressivo….isso sempre me intrigou. Enfim, valeuuuuu, obrigado!!!! 🙂

  22. Sandro KBção permalink

    Fantástica,negra,atraente,psicodélica,sombria,romântica,polêmica,poética,misteriosa…etc.É muito adjetivo pra uma única canção.Cara,isso é uma viagem,é a melhor tradução que encontrei

    • Obrigado Sandro. Você tem razão, essa música é estranhamente sedutora e misteriosa. Cada vez que leio a letra descubro mais coisas. Ela é quase surreal. Valeu!!! 🙂

  23. nonozinho permalink

    Sem dúvida nenhuma, uma das músicas mais belas que já ouvi. Desde a introdução aos acordes finais, é tudo uma perfeição. A letra, apesar de causar muita polêmica, é de encher os olhos de alegria. Enfim, basta escutar um trecho dessa canção que tudo se transforma. Pra melhor, claro.

  24. Marco permalink

    Não dá pra questionar, a música é linda. Quanto à letra, apesar de muitos tentarem descobrir o seu significado, fica evidente que ela não quer dizer nada. Não passa de uma combinação de belas frases que juntas não tem nenhum significado. Gary Brooker e Keith Reid, fizeram com as palavras e música o que Salvador Dali fazia com as cores e o pincel. A Whiter Shade Of Pale tem melodia e harmonia Clássica e Barroca e uma letra psicodélica e se constitui numa obra incomparável apesar de seu formato depressivo. Ela foi lançada em 1967 e até hoje eu nunca vi, no mesmo estilo, nada parecido.
    Parabéns por sua tradução, de fato é a melhor de todas.

    • Valeeeeu Marco!!! 🙂 Obrigado!!! Pois é, eu já quebrei a cabeça tentando entender essa música, e cheguei à conclusão que o melhor a fazer é se deixar levar pela melodia e apenas curtir o som. Abçs, Tupi

  25. Amigo, viajei na sua tradução. Por acaso vi um maravilhosa versão de Procol Harum da música, na Dinamarca, com uma orquestra num castelo. Emoção pure, e me voltou a vontade de afundar nesta melodia que tanto me traz boas memórias do que vivi e não vivi também. E mergulhei em sua versão. Do c… Veja aqui: http://www.youtube.com/watch?v=St6jyEFe5WM&feature=share

    • Carlos, acabei de ver o vídeo no Youtube e também achei do c… Essa música representa muito para mim, e ela também prova que o que é bom não perde o encanto com o passar do tempo. Obrigado por escrever, e vou deixar aqui o link que vc enviou para que todos possam ver essa versão maravilhosa da música. Abç, Tupi 🙂

  26. Thaís permalink

    Parabéns, ótimo post.. =)
    Já havia escutado a música, mas foi assistindo Contos de Nova York que percebi a beleza da melodia. Deve ser porque era de madrugada, eu tava na fossa por causa de alguém, e a história de um artista excêntrico que amava sem ser correspondido me tocou muito, principalmente quando era embalada pela música enquanto ele pintava. . Belo filme de Martin Scorsese, se ainda não viu, eu recomendo.
    Baixei a música, mas fiquei intrigada com a letra. No entanto sua tradução foi a melhor que encontrei.. Obrigada, esclareceu bastante 😉

    • Olá Thaís, assisti Contos de Nova York e gostei muito. A música se encaixa ne cena de uma forma mágica. Principalmente quando ele vê a garota no meio da multidão e entra o refrão da música… é de arrepiar…. Obrigado pelo comentário, estou escrevendo aqui do meu jardim, na noite da virada, e desejo a você e aos seus um Feliz 2014! 🙂 Obrigado por escrever!!! 🙂

  27. Geison César de Oliveira permalink

    Existem inúmeras músicas por aí que conseguem extrair os mais profundos sentimentos, entretanto, nenhuma música me toca tanto quanto essa música. É inexplicável !!

    • Concordo com você, Geison. A música original é impressionante, e eu também gosto muito da versão da Annie Lennox, é muito boa. Obrigadão e abç!!! 🙂

  28. Cleverson permalink

    Esta linda canção esta na trilha sonora de Oblivion, tmbém busquei uma tradução descente mas fiquei decepcionado, achei ótimo seu post, parabéns.

    • Obrigado, Cleverson! Valeu!!! Após seu comentário conferi a cena de Oblivion em que a canção aparece e achei muito legal, uma surpresa muito agradável! Valeu! Abçs 🙂

  29. em vez de mariposa, não é moleiro?

    • Olá Marcelo,
      obrigado pelo comentário. Moleiro é apenas um dos possíveis significados de miller, e se você usar o Google tradutor vai dar exatamente isso, moleiro. Mas o dicionário Armando de Morais atribui 12 significados a miller, entre eles “borboleta salpicada de branco”, o que para mim é uma mariposa, assim como uma mariposa salpicada de marron seria uma borboleta(trocadilho infame rsrsrs). Já o Michaelis diz que miller pode ser moleiro ou mariposa. Para o texto de A Whiter Shade Of Pale a borboleta salpicada ficaria perfeita, combinaria com o refrão e mataria o enigma, mas poeticamente e esteticamente acabaria com o texto (semiótica), enquanto que mariposa resume a mensagem de uma época em que o esoterismo estava em alta – a mariposa é um forte símbolo xamânico – e o psicodelismo também – com todas as suas visões malucas. Particularmente acho algumas traduções muito difíceis, especialmente essa em que algumas palavras tem até mais de um sentido dentro do mesmo texto, mas ao mesmo tempo é legal, porque nos permite imaginar, divagar e trabalhar com a “plasticidade” da obra. Valeu, Marcelo, abraços!

  30. Nubia Esther permalink

    Essa música é linda, arrepio toda vez que a escuto. Ótimo post!

Trackbacks & Pingbacks

  1. A whiter shade of pale | Ani Dabar
  2. As 20 Melhores Músicas Do Rock Progressivo 2 GUIA DO ROCK PROG 3 | paintboxtalks
  3. Stairway To Heaven Tradução Controvérsias e Polêmica da Originalidade | paintboxtalks
  4. Hotel California Tradução Do Lado Sombrio Do Sonho Americano | paintboxtalks

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: