Skip to content

The Doors – Strange Days 1967 – Cavalos Atirados Ao Mar

21/08/2013

The Doors Strange Days

Strange Days é o segundo álbum de estúdio da banda The Doors, lançado em 10/1967, e assim como seu primeiro álbum, lançado 9 meses antes, também entrou para a lista da Rolling Stone dos 500 Melhores Álbuns Da História. Strange Days mantém o rock ácido e psicodélico que a banda apresentou no primeiro álbum, mas vem com arranjos um pouco mais sofisticados, como em You’re Lost Little Girl, uma canção com bastante feeling de Rock progressivo. Love Me Two Times é um dos grandes hits da banda e é marca registrada do The Doors, assim como Light My Fire, duas músicas que demonstram a urgência de amar, um sentimento da época, que junto com o ácido eclodiu no movimento hippie do final dos anos sessenta.

Me Ame Duas Vezes (Love Me Two Times -The Doors)

Me ame duas vezes, baby/ Vamos dar duas hoje/ Me ame duas vezes, baby/ Estou indo embora/ Me ame duas vezes, garota/ Uma por amanhã/ E outra por hoje/ Me ame duas vezes/ Estou indo embora/

Me ame uma vez/ Eu não conseguiria falar/ Me ame uma vez/ Sim, meus joelhos enfraqueceram/ Mas me ame duas vezes, garota/ Me acabe pela semana/ Me ame duas vezes/ Estou indo embora/ Me ame duas vezes/ Estou indo embora/

O álbum foi de cara para o topo: estourou em vendas e rapidamente recebeu o disco de ouro, ao mesmo tempo em que atingia o 3º lugar na Billboard 200. People Are strange e Strange Days, também são canções clássicas do The Doors, mas nenhuma tem o impacto poético de Horse Latitudes, em que Morrison consegue algo parecido com o que aconteceu em The End, recitando um poema trágico:

As Latitudes Da Cavalaria (Horse Latitudes – The Doors)

Quando o mar sem ondas conspira contra o navio/ e suas inssociáveis e atrofiadas correntes/ geram monstrinhos/ É morto o navegar/ É o desastre/ E o primeiro animal é lançado ao mar/ As patas escoiceiam furiosamente/ Em seu difícil e vigoroso galope/ As cabeças sacodem-se para o alto/ Equilíbrio/ Delicadeza/ Pausa/ Aceitação/ A agonia muda entrando pelas narinas/ Delicadamente tratadas/ E seladas para sempre/

O álbum termina com When The Music’s Over, uma apologia à música em todos os seus aspectos ritualísticos e antopológicos que nos deixa a seguinte questão: “O que eles fizeram com a Terra?” A capa do álbum mostra uma trupe que trabalhava fazendo apresentações de rua, já que Morrison, avesso à fama pelo desejo de que as pessoas prestassem atenção à mensagem da banda, não quis aparecer em outra foto de capa com o conjunto.

Músicas: Strange Days,You’re Lost Little Girl,Love Me Two Times,Unhappy Girl,Horse Latitudes,Moonlight Drive,People Are Strange,My Eyes Have Seen You,I Can’t See Your Face in My Mind,When the Music’s Over

Músicos: Jim Morrison,Ray Manzarek,Robby Krieger,John Densmore, músico adicional: Douglas Lubahn

Abraços Progressivos!!!

Tupi

Anúncios

From → The Doors

One Comment

Trackbacks & Pingbacks

  1. The Doors – Waiting for the Sun 1968 | paintboxtalks

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: