Skip to content

A Autoestrada Roadwork 1981 Resumo Stephen King

22/06/2014

A Autoestrada 1

A Autoestrada (Roadwork) é um dos sete livros escritos por Stephen King, sob o pseudônimo de Richard Bachman. Este suspense e drama psicológico foi publicado em 1981. Ao contrário de tantas estórias escritas pelo mestre do terror, “Roadwork” não tem nada de sobrenatural, nem é ficção científica. Barton George Dawes é o feliz proprietário de uma bela casa no meio oeste norte-americano e tem um bom emprego como gerente de lavanderia. Também tinha uma bela família, até que o fiilho morre, vítima de um câncer incurável.

A Autoestrada 4

A partir daí seu casamento aos poucos desmorona silenciosamente. George desenvolve um problema de dupla personalidade após saber que o município construirá a extensão de uma autoestrada passando exatamente pelo local de seu emprego e de sua casa. Ambos os imóveis serão desapropriados e com eles serão enterradas as últimas memórias que George tem de seu filho. Mas ao invés de adquirir outros imóveis para realocar a lavanderia e uma nova casa para ele e a esposa, George engana a todos e permanece no imóvel. Ele é o último morador da rua, todos já partiram – para casas melhores. George tem armas explosivos, e quer a imprensa. A esposa havia partido há algum tempo, ante as maluquices do marido doido, dividido. Ele conversava com seu outro “eu”, que tentava acalmá-lo, mas George ouvia-o cada vez menos. Ele explodiu tratores e máquinas, na tentativa de atrasar o avanço das obras que demoliriam sua casa. A lavanderia já sucumbira sob o peso da bola de demolição. Seus amigos desempregados o odiavam e culpavam. Sozinho, George tem uma aventura sexual – seu último contato afetuoso – uma caroneira a quem ele se apega. No final, ele consegue remediar a situação de todos, menos a própria. Na última manhã de sua vida George instalou explosivos por toda sua casa e saiu voando com os pedaços dela, diante das câmeras de TV. Mas nada impede o progresso, mesmo porque as verbas estão aí para serem usadas, caso contrário, recebem um destino diferente.

A Autoestrada 5
Um ano antes de Roadwork, a mãe de Stephen King morrera de câncer, e muitos dos questionamentos que passaram pela cabeça do escritor americano, ele os colocou neste livro – palavras do próprio Stephen King.

Abraços Progressivos!!!

Tupi

Anúncios

From → Book

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: